Ciclismo de pista: Impulsionados por casal ‘dourado’, britânicos atropelam alemães

Minha previsão, baseada no ranking mundial, era que a Alemanha dominasse o ciclismo de pista e a Grã-Bretanha fosse apenas a terceira força, atrás da Austrália. Mas os britânicos atropelaram minha previsão. Eles conquistaram seis ouros, só um a menos do que em Londres-2012. E cinco desses ouros vieram de um casal!

106042176_Laura_Trott_right_kisses_her_fiance_Jason_Kenny_left_both_of_Britain_after_he_won_the_men27-large_trans++ZgEkZX3M936N5BQK4Va8RWtT0gK_6EfZT336f62EI5U

O destaque individual – que eu achei que seria a alemã Kristina Vogel, com um ouro e uma prata – acabou sendo o britânico Jason Kenny, com três ouros: no keirin e nas provas de velocidade individual e por equipes.

A segunda melhor atleta foi a mulher de Kenny, Laura Trott, com dois ouros. Acertei a vitória dela no omnium e da Grã-Bretanha na perseguição por equipes (só não sabia que ela faria parte da equipe).

Na foto acima o casal vencedor de cinco medalhas de ouro, Jason Kenny e Laura Trott.

O detalhe é que eu não tinha previsto nenhuma medalha para Kenny. Em duas das provas que ele ganhou eu tinha apostado na Alemanha e em uma na Polônia. Nenhum desses meus favoritos subiu ao pódio.

unnamed.jpg

O resultado é que a Alemanha só ganhou uma das quatro medalhas de ouro previstas por mim. A Austrália fez pior ainda: em vez de dois ouros, uma prata e dois bronze que imaginei, só levou uma prata e um bronze.

Além da Grã-Bretanha, a Holanda teve desempenho acima do esperado. Não previ nenhuma medalha para eles, mas levaram um ouro no keirin feminino, com Elis Ligtlee (na foto acima). Minha favorita ao ouro nessa prova era Kristina Vogel, que acabou levando ouro na velocidade individual. Vogel também foi bronze na disputa por equipes.

Meu percentual de acerto no ciclismo de pista foi baixo: 16,7%. Já no acerto de medalhistas foi razoável: 43,3%.

Ciclismo de pista: Destaque será um prato cheio para a imprensa esportiva

Veja aqui a previsão atualizada de resultados do ciclismo de pista na Rio-2016.

vogel 2kristina-vogel

A imprensa esportiva adora histórias de superação de lesões, acidentes ou doenças graves; histórias de atletas filhos de imigrantes; e atletas com “vida dupla”, que se dedicam também a outras profissões. Pois a alemã Kristina Vogel, favorita a um ouro e uma prata no ciclismo de pista, tem tudo isso.

Nascida no Quirguistão, ela imigrou com os pais para a Alemanha ainda bebê. Em 2009 sofreu um acidente de bicicleta que a fez ficar em coma induzido por dois meses e deixou cicatrizes no seu rosto. Recuperou-se para conquistar cinco ouros em Mundiais e o título olímpico em Londres-2012. Ainda por cima tem uma curiosidade: quando não está pedalando exerce o trabalho de policial, como mostra a foto aí de cima.

A confirmação dos inscritos no ciclismo de pista provocou poucas mudanças na previsão de resultados. A Rússia, favorita à prata na prova de sprint por equipes masculina, não conseguiu classificar seus atletas. E no keirin feminino o bronze ficará com a Coreia do Sul em vez da China.

Na soma das quatro modalidades do ciclismo o país que mais se destaca é a Grã-Bretanha com três ouros (dois na pista e um na estrada), uma prata e três bronzes. Em seguida vem a Alemanha com três ouros (todos na pista), uma prata e um bronze. Em terceiro fica a Austrália com dois ouros (ambos na pista) e duas pratas.

Será um bom desempenho dos britânicos, mas nada comparado com Londres-2012, quando arrebataram oito ouros!

Ciclismo de pista: Vogel terá um ouro a menos, mas Alemanha ainda manda

Veja a previsão atualizada dos resultados do ciclismo de pista na Rio-2016.

stephaniemorton

Campeã na prova de sprint por equipes em Londres-2012, a alemã Kristina Vogel perdeu a liderança do ranking mundial do sprint individual para a australiana Stephanie Morton (na foto acima). Mas ela continua na ponta no keirin e a Alemanha segue favorita ao país de melhor desempenho na modalidade.

Os alemães devem conquistar três ouros. Com essa medalha que será conquistada por Morton, a Austrália passa a dois ouros, uma prata e dois bronzes, contra dois ouros, uma prata e um bronze da Grã-Bretanha.

Ciclismo de pista: sai da frente que a Alemanha está chegando

Veja a previsão de resultados para o ciclismo de pista na Rio-2016.

alemanha ciclismo pista

A Alemanha assumiu a liderança de três provas no ranking mundial do ciclismo de pista no último mês. Com essas três medalhas de ouro, chegaram a quatro no total e serão o país com o melhor desempenho nessa modalidade nas Olimpíadas. A Austrália, que dominava as previsões até a arrancada alemã, deve ficar com um ouro e duas pratas. E com dois ouros estará a Grã-Bretanha.

Na foto acima está a equipe alemã de sprint por equipes masculina, que ganhará um dos ouros do país. Os outros dois serão conquistados por Kristina Vogel, favorita ao título nas provas sprint individual e keirin.