Maratona aquática: Alemanha passa o Brasil na última prova

Veja a previsão atualizada de resultados da maratona aquática na Rio-2016:

OURO PRATA BRONZE
MASCULINO Christian Reichert (ALE) Allan do Carmo (BRA) Simone Ruffini (ITA)
FEMININO Rachele Bruni (ITA) Ana Marcela Cunha (BRA) Poliana Okimoto (BRA)

reichert

Na última prova da Copa do Mundo antes das Olimpíadas, disputada ontem, no Canadá, o alemão Christian Reichert (foto) terminou em oitavo lugar. Mas foi o suficiente para ultrapassar o baiano Allan do Carmo no ranking que elaborei e tornar-se favorito à medalha de ouro na prova masculina. O Brasil ficará com a prata. No feminino a italiana Rachele Bruni deve conquistar o título, deixando a prata para a também baiana Ana Marcela Cunha e o bronze para a paulista Poliana Okimoto.

Reichert levou vantagem sobre Allan porque disputou o Mundial do ano passado e todas as Copas do Mundo desde então. São essas competições que contam pontos para o ranking que fiz. Já o brasileiro faltou a duas etapas este ano, inclusive a que foi disputada esta semana. Assim, perdeu a liderança da lista na última hora.

Advertisements

Maratona aquática: disputa entre Brasil e Itália

Veja a previsão dos resultados da maratona aquática na Rio-2016:

MASCULINO
1 Allan do Carmo BRA
2 Simone Ruffini ITA
3 Christian Reichert ALE
FEMININO
1 Rachele Bruni ITA
2 Ana Marcela Cunha BRA
3 Poliana Okimoto BRA

Italy's gold medal winner Simone Ruffini shows placard "Aurora, you want to marry me?" during the ceremony for the men's 25km open water swim competition at the Swimming World Championships in Kazan, Russia, Saturday, Aug. 1, 2015. (ANSA/AP Photo/Sergei Grits)

Não é futebol, mas vai ser um clássico entre Brasil e Itália. Na maratona aquática Allan do Carmo é favorito ao ouro no masculino, seguido de perto pelo italiano Simone Ruffini. Já no feminino o favoritismo é de Rachele Bruni, mas Ana Marcela Cunha e Poliana Okimoto também têm chances.

Na etapa da Copa do Mundo realizada há duas semanas na Hungria, Ruffini (essa figuraça aí na foto, que pediu a namorada em casamento no pódio do Mundial de 2015) foi o vencedor e tomou do alemão Christian Reichert a vice-liderança no ranking que elaborei reunindo os resultados do Mundial de Esportes Aquáticos de 2015 e das etapas da Copa do Mundo realizadas desde então.

A última etapa antes das Olimpíadas vai ser disputada no final de julho, no Canadá. No masculino cinco atletas ainda têm chance de terminar o ranking no topo – inclusive o brasileiro Diogo Villarinho – e outro competidor ainda luta pela prata. Já no feminino está definido quem serão os três medalhistas. O que ainda pode mudar são as posições no pódio.