Vôlei: Ouro, apesar de mais um vice

Apesar de ter perdido a quinta final em seis anos e de não conquistar um título de nível mundial desde 2010, a seleção masculina continua favorita à medalha de ouro na Rio-2106. Com o vice-campeonato na Liga Mundial, encerrada ontem, o Brasil melhorou sua colocação no ranking mundial, já que no ano passado tinha ficado fora das semifinais da competição.

MarkoIvovicfromSerbiaspikesagainstLucasSaatkampfromBrazilandWallaceDeSouzafromBrazilrightwhiletheFIVBWorldLeaguevolleyballFinalmatch

Já os principais adversários no ranking, Polônia e Rússia, tiveram mau desempenho na Liga. Jogando em casa, os poloneses não se classificaram para as semifinais. E os russos não conseguiram chegar nem mesmo à fase decisiva. Com isso, a Polônia continua cotada para a prata e a Rússia para o bronze.

No feminino o pódio será formado por EUA (ouro), Brasil (prata) e China (bronze).

A foto acima mostra uma disputa da final da Liga Mundial em que o Brasil perdeu par aa Sérvia por 3 sets a 0. Curiosamente os sérvios não se classificaram para as Olimpíadas.

 

Advertisements

Vôlei: Após título do Grand Prix, Brasil será prata

Veja a previsão de resultados para o vôlei na Rio-2016:

OURO PRATA BRONZE
MASCULINO Brasil Polônia Rússia
FEMININO EUA Brasil China

Com o título do Grand Prix de vôlei, conquistado no último fim de semana, o Brasil ultrapassou a China no ranking mundial e se tornou favorito à prata. Os EUA – atuais campeões mundiais, vice olímpicos e que perderam o Grand Prix para o Brasil no tie-break – ainda são os mais fortes candidatos ao ouro.

championsworldgrandprix2016group1

O que prejudica as brasileiras no ranking e é o fato de não terem disputado a Copa do Mundo do ano passado,oficialmente por já estarem classificadas para as Olimpíadas. Dessa forma, o país manteve a pontuação da edição de 2011 da competição, quando ficou só em quinto lugar. Já as estadunidenses tiveram a oportunidade de jogar a Copa do Mundo em 2015 e terminaram em terceiro.

A foto acima é do time campeão na Tailândia no fim de semana passado.

No masculino o Brasil é favorito ao ouro. Apesar de não ganharmos nenhum título fora da América Latina há seis anos (desde o Campeonato Mundial de 2010), os brasileiros continuamos como líderes do ranking mundial por sermos os atuais vice-campeões olímpicos e mundiais, além de termos ficado em terceiro na Copa do Mundo de 2011.

No próximo domingo termina a Liga Mundial e certamente haverá mudança no ranking – a última antes das Olimpíadas.